A nova onda do Facebook

Mesmo tendo certeza que graças a isso vão me chamar de velha ranzinza, decidi escrever sobre esse novo fenômeno do Facebook que simplesmente não faz sentido para mim: a proliferação de correntes engajadas que não engajam ninguém.

Tudo começou a muito tempo atrás quando alguém começou a pedir para as pessoas do sexo feminino colocarem a cor das suas respectivas roupas íntimas, assim, só a cor mesmo, sem explicar nada a ninguém. Não me lembro se foi no dia internacional da mulher ou qualquer coisa parecida, mas na época, como a movimentação nos territórios de Mark Zuckerberg ainda era pequena, pouca gente aderiu.

No ano passado, nesta mesma época de dia das crianças, as pessoas do Twitter começaram um movimento de troca de avatares por desenhos animados para celebrar a infância e relembrar os velhos tempos. Até aí, normal. O povo do Twitter adora mudar de foto toda semana mesmo, um dia é foto com bigode, no outro é foto de roupa de baixo, no outro dia é foto fantasiado de zumbi, toda semana é uma novidade!

Mas voltando ao Facebook, recentemente houve aquela palhaçada de polegadas, que na verdade significavam o número do seu sapato, contra o câncer de mama. Detalhe, não podia explicar o que era para os homens. Agora eu te pergunto: 1) Qual a graça da brincadeira? e 2) Em que isso iria ajudar na luta contra o câncer de mama? Aí teve gente com raivinha porque dez minutos depois de a brincadeira ter começado a explicação vazou para o outro gênero e na mesma semana tentaram emplacar outra (tão besta quanto) em que nós mulheres (eike que vergonha…) tínhamos que colocar um país que simbolizava nosso estado civil. Não faço ideia de qual era o protesto por trás desse joguinho super mirabolante, mas a graça também ficou de fora.

Eis então que no início dessa semana eu recebo a seguinte mensagem:

Troque a foto do seu perfil por um desenho animado ou personagem de gibi que marcou sua infância até dia 12 de OUTUBRO – DIA DAS CRIANÇAS. Uma forma de manifesto contra erotização infantil e qualquer ato libidinoso contra a criança.

A minha pergunta é só uma: COMO É QUE CARGAS D’AGUA MUDAR A MINHA FOTO POR UM DESENHO ANIMADO VAI AJUDAR EM ALGUMA COISA? Ou vai dizer que um pedófilo vai desistir de fazer mal a uma criancinha porque ele viu a sua nova foto de perfil que é a Pequena Sereia? O único resultado dessa corrente inútil é dificultar a nossa vida, porque está difícil identificar quem é quem, viu!

E eu que resolvo questionar as coisas ainda sou chamada de chata, só porque eu me recuso a participar de uma inutilidade dessas, vê se pode? Que saudades do meu Facebook de 2 anos atrás…

P.S: A todos os meus amigos que não entraram nessa, vocês subiram no meu conceito!

4 comentários

  1. Então, não aderi nenhuma dessas besteiras, uma vez que sou ocupada demais para coisas estúpidas e prefiro investir meu tempo livre em algo que realmente possa mudar o mundo para melhor.

  2. Lembra dos scraps spams do passado lá pelo velho Orkut? Então… Agora com esse novo layout, onde as imagens aparecem em tamanho extra G na minha timeline todos resolveram postar mensagenzinha bonita, “essa pessoa” e muitos cole no seu mural. A poluição é completa. O jeito é fugir pro Google Plus, porque o Facebook, pelo o que tudo indica, perdeu o rumo. Saudades do meu Facebook de 2 anos atrás².

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s