Serviço militar obrigatório

Meu pseudo primo mais novo foi se alistar esses dias e eu estava achando que isso iria render muito assunto pro meu querido e amado blog, né? PÉEEEEEE (som de buzina de resposta errada). Não foi bem assim que aconteceu.

Aparentemente, na primeira oportunidade ele foi logo dizendo que tinha rinite alérgica, pé chato e insônia e acabaram dispensando ele, sem ele precisar nem tirar a roupa!

Eu fiquei até meio deprimida, mas ele contou que a fila na espera foi até divertida (apesar das quase cinco horas de baixo de sol). Um cidadão de bigode descolorido e frequentador assíduo da West Show estava contando o quanto ele queria entrar para o exército:

_ Tu não vai querer entrar, não? Eu quero! Esse negócio de escola e estudo num dá mais pra mim não! Eu não sou japonês! Sabe que japonês que é inteligente pra caramba, né!

_ Poxa, é mesmo…_ respondeu um outro tentando entrar no assunto.

_ É cara! Num viu aquilo lá da bomba de Hiroshima? Os caras são sinistros!

Eu não quero nem pensar no que eu faria se alguém mandasse uma dessas do meu lado. Meu pseudo primo, pelo visto, deve ter quase se virado do avesso para manter a cara de paisagem, porque voltou pra casa com os ossos em perfeito estado e todos os dentes na boca. Ainda bem que mulheres não são obrigadas a se alistar…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s