No ônibus…

Quero propor uma aposta. Sabe tudo de errado que pode acontecer com uma pessoa quando ela está andando de ônibus? Toda e qualquer desgraça que possa se abater sobre uma pessoa quando ela se encontra num coletivo? Pois eu aposto dois periquitos amarelos, um saquinho de sementes de ervilha e meia queijadinha que já aconteceu comigo.

Por exemplo, num belo dia de verão decidi ir em pé do centro do Rio até Campo Grande, na hora do rush do trânsito, com o ônibus lotado, porque uma orda de baratinhas resolveu se reunir num resto de uva que algum porco mal educado resolveu “esquecer” no cantinho do banco em que eu estava sentada.

Você algum dia já perdeu uma prova porque o ônibus quebrou no meio do caminho? Eu já. E para melhorar o meu dia o ônibus que eu peguei na volta pra casa quebrou também. Teve um dia até melhor que eu peguei um ônibus, ele quebrou, tive que pegar outro, que acabou quebrando também! Sério mesmo!

Teve uma outra vez que eu sai de casa até mais cedo, só pra conseguir um lugar na janela pra não ter aquela gente estranha que não toma banho de manhã se esfregando e jogando bolsas em mim quando eu sento no corredor. Mas não é que a mulher que sentou do meu lado de repente disse que estava passando mal, pediu que eu trocasse de lugar com ela e passou todo o trajeto com a cabeça para fora da janela vomitando e a bunda na minha cara.

Posso garantir que se alguma coisa pode dar errado num ônibus, já conteceu comigo. Motor pegando fogo? Já.  Gente que cantarola no meu lado? Já. Gente que dorme, ronca e vai caindo em cima de você? Já. Gente com perfume ruim? Já. Gente sem perfume (quando está super precisando)? Já. Gente que gosta de conversar (mesmo quando você está com fones de ouvido)? Já. Pegar ônibus errado e ir parar na favela? Já. Ar condicionado quebrado em ônibus em que as janelas não abrem? Já. Ônibus com goteira? Já. A sua cadeira é a única que não reclina? Já. Pastor pregando? Já. Brigar o o garoto que veio incomodar o conforto e o silêncio da sua viajem porque você não queria comprar a bala que ele estava vendendo? Já!

Vai, o que você prefere? Andar de ônibus tranquilamente ou dois periquitos amarelos, um saquinho e sementes de ervilha e meia queijadinha?

1 comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s